Michnê Torá de Rabi Mochê ben-Maimon

Voltar para a página principal


Grandes Figuras do Judaísmo Hispano-Português

Ĥakham David

|Rabi David de Aharon de Sola

e

Rabi Abraham de Sola|

Oriundo de uma família cujas origens estão em Toledo e Navarra nos séc. VIII e IX, da qual saíram muitos gandes sábios de Torá no séc. X, cujas ramas se espalharam por toda a região meridional espanhola (Sevilha, Córdoba e Lucena), Rabi David de Sola nasceu em Amsterdam em 1796; e faleceu em Londres, em 1831.

O sobrenome "Sola" provém da denominação dada à extensa propriedade na qual se assentara a família no norte espanhol durante o séc. XII. Os sola, assim como os Duran, são descendentes do grande sábio Mochê ben-Naĥman, mormente conhecido como "Nahmânides".

Após a espulsão dos judeus da Espanha, transferira-se a família para Portugal, após o que para a Holanda, depois para a Inglaterra, e daí para os Estados Unidos da América e Canadá.

Rabi David de Sola foi "matif" (discursor público admoestador nas sinagogas sefaraditas) e escritor. Em 1831 levou ao público pela primeira vez um discurso de Torá em língua inglesa. Seus discursos de Torá foram impressos pelos dirigentes da comunidade hispano portuguesa de Londres (conforme conhecidos nas sinagogas hiapano-portuguesas: "anchê ma'amad").

No ano 1836 traduziu os todos os livros de orações sefaraditas para o inglês em seis tomos, e em 1839, auxiliado pelo rabino Rafael, dezoito tratados da Michná, que foram impressos em 1842.

No ano 1857, publicou "The Ancient Melodies of the Spanish and Portuguese Jews" ("Antigas Melodias dos Judeus Hispano-Portugueses"), cujas notas musicais foram trazidas por Emanuel Aguilar. De Sola escreveu ainda outros livros, e era exímio escritor nos periódicos em inglês, alemão e holandês. Durante os anos entre 1836 e 1845 escreveu vários discursos nos jornais "Algemeine Zeitung des Judentumm" e "Orient".

Rabi David tomara por esposa a filha do grande sábio Rafael de Mildola em Londres, da qual teve seis filhos e nove filhas, uma das quais fora desposada pelo renomado rabino Abraham Pereira Mendes.

Um de seus filhos fôra o grande rabino Abraham de David de Sola, que nascera em Londres em 1825, estudara línguas semíticas, e foi admitido na comunidade sefaradita de Montreal - Canadá - como "matif". Em 1848, recebera o cargo de professor de para literatura hebraica e oriental na Universidade McGill, sendo doutor em temas teocráticos.

Em 1872, foi honrado pelo presidente Grant dos EUA para abrir o congresso com uma oração. Escrevera vários livros sobre literatura judaica em inglês.

Rabi Abraham falecera em New York no dia 18 de ĥechvan de 5642 (1882).

Seu pai faleceu em Londres em 1860.


Michnê Torá de Rabi Mochê ben-Maimon

Página principal

| Voltar |