| A Torá Oral | Todo o Michnê Torá | Glossário |
| cp 1 | cp 2 | cp 3 | cp 4 | cp 5 | cp 7 |

Capítulo 6


-- , . , ; , . , " -, ; , " ( ,). , " ..." ( ,). 1 É natural ser o homem seguidor dos amigos e próximos no que concerne à sua personalidade e a seus atos, agindo conforme o comum às pessoas de sua pátria. Portanto, faz-se necessário que busque aproximar-se dos justos e sentar-se com os sábios sempre, para que possa aprender de suas ações, distanciando-se dos ímpios que andam nas trevas, evitando o aprender seus atos. [Isto] é o que diz Salomão: "O que anda com os sábios, sábio se tornará, quanto ao pastor de ímpios, mais iníquo se fará!" - Pv 13:20. E, diz ainda: "Feliz o homem..." - Sl 1:1.

, -- , . , , , -- , " " ( ,). , -- , "- ..." ( ,). 2 Assim, caso estiver num país cujos costumes são maus, cujas pessoas não andam por um caminho reto, busque um lugar onde as pessoas sejam justas, acostumadas no caminho dos bons. Caso todos os países que conhece e sobre os quais já ouvira forem todos de mau proceder, como nesta nossa época, ou que não possa ir para um país onde os costumes sejam bons, por razão das unidades militares ou por motivo de enfermidade, habite só, conforme está escrito: "Viva só, e cale-se..." - Lm 3:28. Se forem tão iníquos e pecadores que nem sequer deixam-no estar no país a não ser que esteja engajado com eles agindo conforme seus costumes iníquos, vá para as cavernas e espinheiros, ou para o deserto, mas não siga o caminho dos ímpios, como o escrito: "Quem me dera no deserto..." - Jr 9:1.

[] , : " " ( ,), ; , . , , , , -- "-" ( ,; ,; ,). , , . 3 É preceito positivo ligar-se aos sábios para aprender de suas ações, conforme está escrito: "A Ele vos ligareis!" - Dt 10:20 - e, acaso pode alguém ligar-se a Deus?! Senão, assim disseram os Sábios explanando este mandamento: "Liga-te aos sábios e a seus discípulos!" Portanto, é necessário que o homem se esforce por tomar para si por esposa a filha de um sábio, e de dar sua filha por esposa para um sábio, comer e beber em companhia dos sábios, negociar com os sábios, aproximando-se a eles por todos os meios possíveis, como está escrito: "Para unir-se a Ele..." - Dt 11:22; 30:20; Js 22:5. Também assim ordenaram os Sábios, dizendo: "Apeguem-se à poeira de seus pés, bebei sedentos suas palavras!"

[] , " " ( ,). , ; , . 4 Mandamento é para toda pessoa amar a cada um dos filhos de Israel como ama a si próprio, como está escrito: "Amarás a teu próximo como amas a ti mesmo!" - Lv 19:18. Por isso é preciso que sempre elogie aos outros e tenha cuidado com o dinheiro dos demais, assim como faz consigo mesmo, tendo zelo pelo próprio dinheiro e buscando ser honrado pelos demais. Aquele que se engrandece através do vexame dos outros, não tem herança no mundo vindouro.

[] , : , ", -" ( ,). , ", ' " ( ,; ,); , " " ( ,). 5 O amor ao converso, que veio [a nós] e entrara embaixo das asas da Presença Divina, é [por si ] dois mandamentos positivos: primeiro, por ser ele membro da congregação dos que são próximos [uns aos outros]; segundo, por ser converso, havendo a Torá ordenado: "Amarás ao converso!..." - Dt 10:19. Ordenara [Deus] sobre o amor ao converso da mesma forma como ordenara sobre o amor a Seu Nome, como está escrito: "Amarás a Adonai, teu Deus!" - Dt 6:5; 11:1. O Santo, Bendito é Ele, ama Ele mesmo aos conversos, como está escrito: "Que ama o converso..." - Dt 10:18.

[] -- , "- -, " ( ,); , . , ; , -- , "-". 6 Todo o que odeia a um dos filhos de Israel em seu coração transgride um preceito negativo, como está escrito: "Não odiarás a teu irmão em teu coração..." - Lv 19:17. Não se castiga por açoites por esta transgressão, por ser uma proibição na qual não há ação física, e a Torá não admoestara a não ser sobre ódio no coração, mas quanto ao que golpeia a alguém ou lhe dirige impropérios, apesar de não ser-lhe permitido fazê-lo, não transgride o preceito de "não odiar no coração".

[] -- , "- -, -: - , -" ( ,); , : " -, - " ( ,). , ; , " , -" ( ,). 7 Ao pecar uma pessoa contra outra, não guarde rancor e cale-se, como estrá escrito acerca dos iníquos: "[Já antes] não falava Avchalom a Amnon nem bem nem mal, por odiar Avchalom a Amnon!" - 2 Sm 13:22, senão mandamento é que faça-o saber e dizer-lhe: "Por que me fizeste assim e assim, e por que erraste em relação a mim naquilo?" - segundo o que está escrito: "Admoestarás a teu próximo sem que leves por ele algum erro!" - Lv 19:17. E, caso arrependera-se e pedira perdão, é preciso perdoá-lo; e, não seja o perdoador cruel, conforme escrito: "Rezou Abraham a Deus!..." - Gn 20:17.

[] , -- , : " -" ( ,). 8 O que vê seu próximo fazendo o errado, ou andando por um mau caminho - é ordenado [pela Torá] a fazer com que se volte para o bem, fazendo-o dar-se conta de seu erro [que prejudica] a si mesmo , por ser mau proceder, conforme está escrito: "Admoestarás a teu próximo!..." - Lv 19:17.

-- , -- , , , . , ; , . , ; , . 9 Aquele que repreende - seja em coisas que são entre o repreendido e si mesmo, ou em coisas que estão entre ele e Deus, deve falar-lhe antes sozinhos os dois, falando-lhe numa linguagem branda e terna, fazendo-o entender que não lhe diz aquilo a não ser por seu bem, para trazê-lo para o mundo vindouro. Se aceitar, bem; se não, deve fazê-lo pela segunda e terceira vez, e assim sempre deve admoestar, até que dê-lhe golpes o que encontra-se no erro, dizendo que não está disposto a escutá-lo. Todo o que tem em seu poder o admoestar e não o faz, é porquê está ele mesmo entregue às mesmas transgressões sobre as quais é-lhe possível admoestar.

[] -- , "- " ( ,). , , -- , "- "; , . 10 Ao repreender - não faça-o duramente, levando-o ao vexame, pelo que está escrito: "Não levarás sobre ele o pecado!" - Lv 19:17. Disseran os Sábios: "Podes tu admoestá-lo - fazendo com que se mude sua feição? - Aprende a dizer: "Náo levarás sobre ele o pecado! - De aqui vem a proibição de causar vergonha a outro judeu, principalmente publicamente!"

, : , , . , , ; , . 11 Apesar de que o que causa vergonha a seu próximo não é castigado com látegos, trata-se de uma grave transgressão. Assim disseram os sábios: "Todo o que envergonha a alguém em público, não tem herança no mundo vindouro!" Portanto, é necessário que tenha-se muito cuidado com isto, e não cause vergonha a ninguém publicamente, seja a uma pessoa importante ou não, e jamais chame alguém por um nome do qual se envergonhe, nem fale diante dele sobre um fato o qual lhe causa vexame.

, ; -- -- , : . 12 A que caso (refere-se o dito acima?) - No que concerne a uma pessoa em relação a outra. Todavia, em coisas que estão entre o homem e Deus, se não deixou a transgressão ocultamente, deve-se envergonhá-lo em público e propagar seus pecados, insultá-lo e desfazer-se dele, bem como amaldiçoá-lo diante de todos, até que volte-se para o bem, segundo fizeram todos os profetas de Israel.

[] , , , -- : , . 13 Aquele que pecou contra alguém, e não quiz este admoestá-lo de nehuma forma, por ser este demasiadamente simplório, ou mendaz, perdoando-o em seu coração, sem guardar no coraçã e sem odiá-lo - este é um ĥassid. A Torá não se fez severamente senão sobre o caso de guardia de rancor.

[] -- , : -- , "- , " ( ,). 14 Deve-se ter muito cuidado com os órfãos e com as viúvas - por serem sofridos e sentirem-se permanentemente humilhados, mesmo quando são ricos. Mesmo a viúva de um rei, ou seus órfãos - somos advertidos sobre eles, como está escrito: "A toda viúva e a todo órfão não deixeis sofrer!" - Ex 22:21.

-- , ; , . 15 Como deve-se portar com eles? - Não se fala com eles senão brandamente, e não se dirige a eles senão honrosamente. Não causar-lhes-á sofrimento por trabalho, nem tampouco por palavras, tendo cuidado com seus bens materiais mais do que com seu próprio.

, , , , -- ; , . , , , " , " ( ,). 16 Todo o que os provoca ou causa-lhes desabono, magoando-os ou dominando-os, ou causando-lhes prejuízo financeiro, transgride um preceito negativo. Quanto mais quem golpeá-los fisicamente, ou injuriá-los. Esta transgressão, apesar de o transgressor não ser açoitado, o castigo já encontra-se previsto na Torá: "Acender-se-á minha ira, e matar-vos-ei pela espada..." - Ex 22:23.

, -- , " - , " ( ,). 17 Uma aliança fora pactuada com eles por Aquele que disse e se fez o universo, que toda vez que clamem pela injustiça, são ouvidos, como está escrito: "Pois se clamarem a mim, ouvirei certamente seu clamor!" - Ex 22:22.

, ; , -- . , ; , , "-', " ( ,). , ; -- , . 18 Em que caso? - em que haja feito com que sofram para seu próprio proveito. Mas, caso haja procedido assim o instrutor para ensiná-los Torá ou uma profissão, ou para que voltem-se para o caminho reto, é permitido. Mesmo assim, não seja como com as demais pessoas, senão haja distinção, agindo suavemente e muito piedosamente, bem como com honra, pois "é Deus quem luta seu prélio" - Pv 22:23 - seja o órfão de pai, ou órfão de mãe. Até quando devem ser considerados tais para tanto? Até quando não precisem de alguém no qual se apoiem, seja para ensino ou para responsabilizar-se por eles, podendo eles fazer tudo para suas necessidades como todos os demais adultos.


| A Torá Oral | Todo o Michnê Torá | Glossário |
| cp 1 | cp 2 | cp 3 | cp 4 | cp 5 | cp 7 |