| A Torá Oral | Todo o Michnê Torá | Glossário |
| cp 1 | cp 2 | cp 3 | cp 4 | cp 6 | cp 7 | cp 8 | cp 9 | cp 10 |

Capítulo 5


: , ; , . " , , " ( ,)-- , , , . , "- " (). 1 O arbítrio [livre] está em poder de toda pessoa: caso queira dirigir-se para um bom caminho e ser um justo, ou dirigir-se a um mau caminho, tornando-se um iníquo - a escolha é sua, e é o que está escrito na Torá: "Eis que o homem tornou-se como um de nós, conhecendo o bem e o mal" - Gn 3:22. Quer dizer: este tipo [de ser] chamado "homem" é único no mundo, e não há [outro tipo de ser] que a ele se equipare [no mundo] em concernência a este pormenor, que seja por si mesmo capaz de ter consciência do que é bom e do que é mal, fazendo [de acordo com seu alvedrio] o que desejar, sem que haja empecilho para o que venha a fazer, seja bem ou seja mal. Sendo assim, que não estenda sua mão..." - (mesmo verso).

, . , , , , ; . 2 Que não venha sequer a seu pensamento isto que dizem os estultos entre as nações e a maior parte dos informes por crassa pacovice do povo de Israel - que Deus desde a formação do homem já decretou que este será um justo, e aquele será ímpio. Não é isto assim, senão toda pessoa pode chegar a ser um justo como o foi Moisés, nosso mestre, ou ímpio como Jeroboão, sábio ou papalvo, piedoso ou cruel, avarento ou caridoso. Assim com respeito a todas as demais personalidades.

, , . " , " ( ,)-- , . 3 Não há quem force, nem predestinação, nem quem direcione para um dos dois caminhos, senão a pessoa por si mesma desvia-se para o proceder que desejar. É o que disse Jeremias: "Da boca do Altíssimo, não sai o bem e o mal!" - Lm 3:38.

, ; , . "- , -" ( ,). , , , . , " , -'" ( ,). 4 Assim sendo, o transgressor faz perder a si próprio. Portanto, é-lhe apropriado chorar e lamentar pelo que fez a sua alma, presenteando-lhe o mal. É o que diz o escrito: "Por que enlutar-se-á o homem vivo? [Por que enlutar-se-á] o homem por suas transgressões?" - Lm 3:39. E, tornando, disse: "Já que o arbítrio está em nossas mãos, e por nós mesmos fizemos todo os males [que se sobrevieram sobre nós], é-nos apropriado que arrependamo-nos e voltemo-nos para o bem, abandonando as nossas iniquidades, pois o alvedrio acha-se em nossas mãos!" - É o [significado] do que encontra-se escrito depois [do verso anteriormente citado]: "Busquemos nossos caminhos, e verifiquemo-los: tornemo-nos a Deus!" - Lm 3:40.

[] , -- " , - -, -, -" ( ,), ", --: , " ( ,): ; --, . "- " ( ,)-- , . 5 Este é um grande princípio, e é o sustentáculo da Torá e seus preceitos, como está escrito: "Vê: coloco diante de vós hoje a vida e a morte!..." - Dt 30:15. E, está escrito: "Eis que ponho diante de vós hoje a bênção e a maldição!..." - Dt 11:26. - querendo dizer: "A escolha encontra-se em vossas mãos", e tudo o que a pessoa quiser fazer dos feitios dos seres humanos - faz - sejam bons ou maus. Por isto está escrito: "Quem dera, fosse este coração deles, pertencentes a eles mesmos..." - Dt 5:25 - Quer dizer: o Criador não força os seres humanos, nem predestina a fazerem bem ou mal, ao contrário: seu coração está entregue a eles.

[] , , , , , -- , , , . , --" -, " ( ,). 6 Se Deus predestinasse o homem para que seja justo ou ímpio, ou caso houvesse algo que levasse o homem desde o princípio de sua geração para um dos [vários] procederes, ou para uma das ciìncias, ou para alguma das [distintas] personalidades, ou para fazer [determinado] ato dentre outros, como fantasiam de seus próprios corações os estultos "explicadores dos céus" - como pode ser-nos ordenados por nossos profetas "fazei assim", ou "não fareis assim", "aperfeiçoai vossos caminhos, não andeis por vossas iniquidades" - sendo que desde o princípio de sua geração já lhe foi predestinado, ou de sua geração já é conduzido, algo do qual é impossível que dele se afaste? E, que lugar haveria para toda a Torá, e com que lei ou juízo cobrar-se-ía do iníquo, ou que recompensa caberia ao justo - "o Juiz de toda a Terra não fará juízo?" - Gn 18:25. .

, , , " - ', : " ( ,). , . 7 E, não se admire, dizendo: " - Como pode o homem fazer tudo o que deseja, e estejam todos os seus feitios a ele entregues, e como poderia fazer algo neste mundo sem a permissão de Deus, e contra Sua vontade, se o escrito já disse: "Tudo o que quer Deus faz, tanto na céu como na terra!"?" - Sl 135:6 - Saiba, que tudo é feito segundo Sua vontade, e apesar de nossos atos estarem em nossas mãos.

: , , , -- , , , . 8 Como é isto? - Assim como quiz o Formador que o fogo e o ar estejam sempre direcionados acima, e a água e a terra abaixo, e a esfera contornando-se em redondo [sobre o nada], e assim todas as demais criações no mundo de acordo com sua natureza que Deus quiz - assim também quiz que fosse o homem com o arbítrio em suas mãos, e todos seus atos entregues a ele, sem que haja quem o force, ou quem o influencie, senão a pessoa mesma, por sua própria consciência que Deus lhe deu faz tudo o que o homem consegue fazer.

: , ; , . ", " ( ,) ; "-, " ( ,). " . . . , -- " ( ,)-- , . 9 Portanto, é julgado conforme seus atos: se fez o bem, é-lhe feito o bem; se fez o mal, mal ser-lhe-á feito. É o que disse o profeta: "De vossas [próprias] mãos veio isto..." a vós - Ml 1:9. "...Também eles escolheram seus [próprios] caminhos..." Is 66:3. Acerca disto, disse Salomão: "Alegra-te, jovem, em tua mocidade...e sabe: sobre tudo isto levar-te-á Deus ao julgamento!" - Ec 11:9.

[] : , ; , , , . 10 Para que não digas: "E, acaso Deus não sabe de todas as coisas antes que elas aconteçam? Sabia que este seria um justo, ou um ímpio, ou não sabia? Se sabia que ia ser um justo, é impossível que não viesse a ser um justo! Se, porém, dizes que sabia que ia ser um justo, mas [ainda assim] podia ser que tornar-se-ia um iníquo - então não sabia as coisas plenamente".

" , ; , -" ( ,), ; . 11 Saiba: a resposta para esta questão [está já nas Sagradas Escrituras]: "Sua medida é maior que a terra, e mais ampla que o mar..." - Jb 11:9 - e muitos princípios grandiosos e altas montanhas estão dependendo dela. Mas, precisa você conhecer e entender nisto que eu digo:

, ; . , " - , " ( ,)-- : " , " ( ,). , . 12 [Que] já esclarecemos no segundo capítulo dos "Fundamentos da Torá" que Deus não sabe por um saber que Lhe é exterior, como os seres humanos, que estes e sua sabedoria são duas coisas [separadas], senão é Ele e seu conhecimento um só, e a capacidade intelectual humana não tem como alcançar a compreensão disto plenamente.

E, assim como o ser humano não tem como atingir a compreensão da essência do Criador, como está escrito: "Pois o homem não pode ver-Me, e continuar em vida..." - Ex 33:20 - pois não háforça na natureza humana para alcançar e encontrar o conhecimento do Criador. É o que disse o profeta: "Pois não são meus pensamentos conforme vossos pensamentos, nem vossos caminhos como os Meus..." - Is 55:8. Sendo assim, não há em nós capacidade para saber como sabe o Santo, Bendito é Ele, de seus entes criados, nem de seus atos.

, ; , . , . , . , . 13 Mas [contudo], sabemos sem dúvida: os atos dos homens encontram-se em suas mãos. Deus não o move, nem predestina para que faça ou que não faça. E, não somente pelo que foi recebido através de [nossa] Lei sabemos disto, senão por provas de palavras da sabedoria [filosófica]. E, por isto, foi dito na profecia que o homem é julgado por todas suas ações, segundo o que haja feito, se bem ou mal. E é este o princípio do qual dependem todas as palavras de profecia.


| A Torá Oral | Todo o Michnê Torá | Glossário |
| cp 1 | cp 2 | cp 3 | cp 4 | cp 6 | cp 7 | cp 8 | cp 9 | cp 10 |