| A Torá Oral | Todo o Michnê Torá | Glossário |
| cp 1 | cp 2 | cp 3 | cp 4 | cp 5 | cp 6 | cp 7 | cp 9 | cp 10 |

Capítulo 8


, ; , . , " , " ( ,): " " , " " ; . 1 O bem reservado para os justos é o mundo vindouro - que é a vida com a qual não há morte, e o bem com o qual não há mal. É o que está escrito na Torá: "...Para que te vá bem e tenhas longevidade de dias..." -Dt 22:7. Através da "chemu'á" aprenderam [nossos Sábios]: "...Para que te vá bem..." - "no mundo que nele tudo é bom!", e: "...tenhas longevidade de dias" - "no mundo que tudo nele é longo (i. e.: perpétuo, eterno)!".

-- , ; -- , . , , , . , " " ( ,); "" , "" : -- , . 2 O galardão dos justos, é que mereçam este prazer; e que estejam [desfrutando] deste bem. Quanto ao castigo dos ímpios - é que não mereçam a vida, senão sejam cortados [espiritualmente] e morram [eternamente]. Todo o que não merece esta vida, é o morto que não tem mais retorno á vida, sendo cortado [espiritualmente] em sua iniquidade, desfazendo-se como um animal. Isto é o "carêt" escrito na Torá, como está escrito: "Hicarêt ticarêt, ha-nêfech ha-hi!..." ("cortar-se-á seguramente tal alma!...") - Nm 15:31 - através da "chemu'á", aprenderam: "hicarêt" - neste mundo!, "ticarêt" - no mundo vindouro!".

[] -- , , . , . , . , -- , . 3 O mundo vindouro - não há nele nem corpo, nem cadáver (i. e.: forma física, mesmo sem vida) - senão as almas dos justos, somente. Não havendo nele forma física - não há nele nem comida, nem bebida, nem nada do que é imprescindível aos corpos [físicos] das pessoas neste mundo. Nem nada das ocorrências que se dão com o corpo neste mundo, como o sentar-se ou o estar de pé, sono ou morte, tristeza ou riso, e similares. Assim disseram os Sábios da antiguidade: "No mundo vindouro, não há nem comer, nem beber, nem relacionar-se relações; conjugais: somente os justos sentam-se com suas coroas sobre suas cabeças, desfrutando do prazer do esplendor da "Chekhiná"!"

, . , -- , . -- , , , ", - " ( ,). " , -" ( ,; ,), ; , . 4 Eis que ficou esclarecido a ti que lá não existe corpo, pois não há nem comida, nem bebida. Quanto a isto que os Sábios escreveram: "...sentam-se..." - por metáfora [fizeram-no]. Quer dizer: somente as almas dos justos acham-se ali, sem esforço ou cansaço. Assim também o que disseram: "...suas coroas sobre suas cabeças..." - quer dizer, conhecimento que adquiriram, pelo qual mereceram a vida no mundo vindouro, permanece com eles, sendo sua coroa, como disse Salomão: "Com a coroa que foi coroado por sua mãe..." - Cn 3:11 - e, assim está escrito: "...Alegria eterna estará sobre suas cabeças..." - Is 35:10; 51:11 - e a alegria não é [um] corpo [físico] para que repouse sobre a cabeça. Assim também, a "coroa" que disseram os Sábios, é o conhecimento.

, -- , . 5 Que é, então, o que disseram: "desfrutam do esplendor da "Chekhiná""? - que sabem e entendem o mistério existencial Divino, o que não podem conhecer enquanto se acham neste corpo abstruso e ignóbil.

[] , , , . ; , . 6 A "alma" (heb.: "nêfech") neste assunto, não é a "alma" (heb.:"nechamá"), que necessita do corpo [para existir, por ser ela a "força vital" do corpo], senão a forma espiritual, que é [fruto do] conhecimento do Criador, segundo sua capacidade, alcançando [a compreensão] do que são as formas mentais [espirituais] separadas, e demais feitos [de Deus]. [A alma] é a forma acerca da qual esclarecemos no capítulo 4 de Leis dos Fundamentos da Torá. Ela é o que se chama "nêfech", neste [presente] caso.

-- , , , " " ( ,). , ; . [] : ', , , ', ', ', ', ', '. , ; , . 7 Esta vida - com a qual não há morte, pois morte é uma ocorrência corporal, e lá inexiste o "corpo" - é chamada [analogamente na Bíblia] de "feixe de vida", como está escrito: "...Esteja a alma de meu senhor no feixe da vida..." - 1Sm 25:29. Este é o galardão, que não há estipêndio acima dele, e bem, que após ele não há. Uns quantos nomes foram-lhe dados por analogia: "Monte de Deus, "Seu Lugar Santo", "Caminho da Santidade", "Pátios de Deus", "Tenda de Deus", "Prazer de Deus", "Palácio de Deus", "Casa de Deus", "Portal de Deus". Os Sábios [do Talmud] chamaram a este bem que encontra-se reservado para os justos de "ceia", e em todo o lugar: "o mundo vindouro."

[] -- , " , ? " ( ,). , ; , . 8 A vingança que maior que ela não há: que seja cortada a alma, sem direito a tal vida, como está escrito: "....Certamente será cortada tal alma, sua iniquidade está sobre si..." - Nm 15:31 - e esta é a perdição chamada metaforicamente pelos profetas como: "Poço da Destruição", "Tôfet" e "sanguessuga". Todo linguajar que indique extermínio se usa para ela, por ser a destruição após a qual não há retorno eternamente [à existência], e perda, que jamais torna.

[] , , , . 9 Que não seja pouca coisa este bem a teus olhos, e venhas a pensar que não há estipêndio [do cumprimento] dos preceitos senão o comer, o beber e o relacionar-se sexualmente com belas formas [femininas], vestindo-se de roupas de linho e bordados, vivendo em tendas de marfim, usando utensílios de prata, ouro e similares, como imaginam estes pascácios árabes, estultos, mergulhados em imoralidades.

, . , ; , , , . , . 10 Os sábios, porém, e os de bom proceder, sabem que todas estas cousas são vãs e sem importância, sem que nelas haja proveito. Não são elas coisas grandes [em importância] entre nós, senão por sermos corpóreos, [compostos da] matéria. Todas estas coisas são imprescindibilidades corporais, e a alma não sente por elas atração ou desejo, senão pela necessidade do corpo, para que encontre o corpo seus desígnios, e esteja em plenitude. Não havendo corpo, são nulas todas estas cousas.

, , , ; , . , ; , . , " -, - : , " ( ,). [] , "--, -': " ( ,). 11 O grande bem que será para a alma no mundo vindouro - não há forma de alcançar [sua compreensão] e conhecê-la neste mundo, por não termos consciência neste mundo senão dos prazeres físicos, e somente eles desejarmos. Quanto ao bem [reservado para a alma no mundo vindouro], é invaliável segundo os valores deste mundo, senão por analogia. Mas verazmente, se avaliarmos o bem [reservado para a alma no mundo vindouro] através dos prazeres físicos deste mundo, como o comer e o beber, não é assim, sendo tal bem [tão] inerme, que não há para ele avaliação, nem como imaginá-lo. É o que dissera David: "...Fizeste, para os que em ti confiam..." - Sl 31:20. Como admirava-se David, e anelava pela vida no mundo vindouro, como está escrito: "Quem dera, pudesse crer que verei o bem Divino na terra da vida!"

, ; , , , . 12 Já nos fizeram saber os Sábios primevos - que o mundo vindouro - não há no ser humano capacidade para entendê-la plenamente, e não há quem possa saber a grandeza, a beleza e o poder, senão o Santo, Bendito é Ele, somente. Todos os bens acerca dos quais profetizaram os profetas [que são destinados] para Israel, não concernem senão às necessidades corporais, das quais se deleitarão os israelitas no reino do Messias, quanto tornar o domínio para [o povo de] Israel.

, , , . " -, --, -" ( ,): , . , , , " -, ". 13 Quanto ao bem do mundo vindouro - não tem nem avaliação, nem há como imaginá-lo, e os profetas não revelaram uma imagem dele, para evitar que diminuíssem [as pessoas] sua importância por sua imaginação. É o que disse Isaías: "Deus, exceto Tu, nenhum olho viu o que fazes para o que espera..." - Is 64:3. Quer dizer: o bem que não viram os olhos do profeta, senão fizera-o Deus para os que esperam-no. Disseram os Sábios: "Todos os profetas não profetizaram senão até a vinda do Messias, mas a respeito do mundo vindouro - "Nenhum olho viu, Deus, exceto Tu..." ".

[] , . , , " -, - " ( ,). , , , . 14 Isto que foi chamado pelos Sábios de "o mundo vindouro", não é por inexistir agora, sendo este mundo destruído, e após isto virá aquele [outro] mundo. Não é isto assim - senão existe e é presente, como está escrito: "Quão grande é tua benignidade, que ocultaste para os que Te temem!" - Sl 31:20. Não foi chamado "mundo vindouro" - senão por estarem os que nele vivem entrando nele após a vida neste mundo, no qual vivemos em corpo e alma, que é o que está para toda pessoa anteriormente [quer dizer: não vivia antes no mundo espiritual, descendo aqui para voltar para lá, conforme ensina-se em nossos dias em determinados círculos].


| A Torá Oral | Todo o Michnê Torá | Glossário |
| cp 1 | cp 2 | cp 3 | cp 4 | cp 5 | cp 6 | cp 7 | cp 9 | cp 10 |