Voltar
primeira aula | segunda aula | terceira aula | quarta aula | quinta aula | sexta aula | sétima aula | oitava aula | nona aula | décima aula | undécima aula | duodécima aula | tridécima aula | quadridécima aula | complemento e aperfeiçoamento


Rabi Abraham Lopes Cardozo

Bisneto do grande rabino-chefe da comunidade sefardita holandesa, Rabi Jacob Lopes Cardoso (lembrado seja este justo para o bem), e nascido em Amsterdam, ocupou o posto de rabino e de cantor litúrgico sefardita. Ainda em Amsterdam, foi ativo no Seminário 'Ets-Ĥaím, e em diversos trabalhos juvenis em prol da juventude sefardita hispano-portuguesa da Holanda. Leu sua primeira haftará aos sete anos de idade, na Sinagoga Hispano-Portuguesa de Amsterdam.

Em 1939 foi indicado pela rainha Wilhelmina, dos países-Baixos, para preencher o cargo de rabino da comunidade sefardita de Paramaribo, capital do Surinam. Em 1945, foi nomeado oficialmente ĥazan (leitor da Torá e cantor litúrgico) da histórica comunidade hispano-portuguesa de New York, Congregation Shearith Israel, que foi fundada em 1654 por judeus hispano-portugueses oriundos de Recife - Brasil. Ele serviu nesta congregação por 45 anos, e foi membro da Yeshiva University Sephardic Studies Program, onde ensinou a tradicional liturgia sefardita.

Em 1959; publicou "Music of the Sephardim". Nos últimos anos, ocupou-se especialmente de gravar as melodias hispano-portuguesas em discos e fitas-cassete.

A maioria dos sefarditas hispano-portugueses da Holanda teve suas vidas ceifadas pela sanha nazista na segunda guerra mundial, nas mãos dos alemães; e, no Novo-Mundo, a deterioração no que concerne aos valores judaicos adentra todas as comunidades judaicas diversas, levando à assimilação rápida ou à perda dos valores guardados por nossos ancestrais por séculos no que concerne à cultura judaica geral, e dos sefarditas em particular.

Portanto, as melodias judaicas hispano-portuguesas e a forma peculiar de leitura da Torá sefarditas foram perpetuadas para as gerações vindouras por este sábio, amante de seu povo e de seus mais póximos, e sobretudo amante de seu legado judaico de gerações anteriores, pelo que exprimimos aqui por poucas palavras nossa gratidão, com a certeza de que o Santo de Israel não falha em suas promessas de recompensa a quem realizou grandes feitos neste mundo!

Portanto, com grande apreço que espero que todos mantenham perpetuado nos corações, tanto entre os judeus hispano-portugueses espalhados pelas diversas terras onde chegaram após a inquisição e acham-se ainda como que adormecidos, como aos que acham-se como membros de comunidades reconhecidas, em nome de todos, dirijo ao grande rabino Abraham Lopes Cardoso minhas sinceras palavras de reconhecimento e agradecimento!

O menor dentre os filhos de Levi,

R. J. de Oliveira

primeira aula | segunda aula | terceira aula | quarta aula | quinta aula | sexta aula | sétima aula | oitava aula | nona aula | décima aula | undécima aula | duodécima aula | tridécima aula | quadridécima aula | complemento e aperfeiçoamento
Voltar